“Minimalismo Já” e suas armadilhas

Primeiro dia do ano e a Netflix lança um documentário ( um docudrama, pra ser mais exata) sobre minimalismo, aproveitando a carona nas promessas de ano-novo, com toda aquela energia (que dá pra sentir no ar no mundo ocidental) de mudança, transformação, vida nova, novos hábitos e folha em branco. Se você já assistiu a esse filme e gostou, recomendo o filme anterior, da mesma dupla, que é mais informativo. Se você não viu nada e não sabe do que estou falando, explico: minimalismo é um movimento de pessoas que buscam viver com “menos coisas” para dar espaço ao que … Continuar lendo “Minimalismo Já” e suas armadilhas

Li muito e escrevi pouco

As estatísticas já se transformaram em um clássico de final de ano na internet. Sabemos quais músicas mais ouvidas, quantos livros lidos e há quem conte ainda as séries e filmes. Para nós, meros usuários, esses números podem servir para balizar metas do ano seguinte, refletir sobre o breve passado ou apenas como um pedaço de entretenimento fornecido pelos seus aplicativos do coração ( é claro que esses números significam muito mais$$ para as empresas, mas isso é outro assunto). As estatísticas do meu caderninho de papel cheio de cores e caos me dizem que em 2020 eu li 41 … Continuar lendo Li muito e escrevi pouco

Feliz Ano Novo!

“Feliz ano novo!” A piada brasileira pronta para se repetir, ano após ano, nos dias que seguem a fatídica quarta feira de cinzas. Embora eu deteste essa brincadeira por dar a falsa impressão de que as semanas de janeiro e fevereiro sejam da mais pura tranquilidade, quando na verdade o trabalho e a rotina de casa dizem o contrário, desta vez eu senti vontade de refletir sobre a anedota. A melancolia presente nas últimas horas do feriado de Momo, prima-irmã daquela que surge com a vinheta do Fantástico nas noites de domingo,  diz o seguinte: acabou o sossego. A partir de … Continuar lendo Feliz Ano Novo!

Aquela última fatia de torta

Certo dia me fizeram uma solicitação de troca de livros no Skoob. Eu, desapegada que sou, aceitei, mas não encontrei nada na lista do solicitante que me agradasse para que eu pudesse pedir em retorno. Eis que então a pessoa iluminada me sugeriu pegar “O Segredo do meu Marido”, da autora australiana Liane Moriarty. Assim que recebi o livro comecei a ler e me apaixonei. A naturalidade dos diálogos e o segredo que ia se revelando aos poucos junto a histórias mais complexas de outras personagens me cativaram. Terminei a leitura em tempo recorde e indiquei a todos que apareciam … Continuar lendo Aquela última fatia de torta

Agenda Carioca de Clubes do Livro| Março

Não sei quanto aos outros lugares, mas aqui no Rio de Janeiro nós brincamos de desejar Feliz Ano Novo após o carnaval.Acabaram-se as férias, o horário de verão e a procrastinação do ‘depois do carnaval eu começo’. Então se você está com energia para ler bastante e discutir com quem também entende e adora literatura, aproveita que em março teremos 7 Clubes de discussão + 2 eventos literários. Dos clássicos mundiais aos romances contemporâneos, em março vai ter Clube do Livro para todo mundo. 07/03– “A filha Perdida”, Clube Intrínseca, na Cultura do Centro. Link do evento. 09/03– “O céu … Continuar lendo Agenda Carioca de Clubes do Livro| Março

Agenda Carioca de Clubes do Livro| Fevereiro

Eu adoro blogs literários, canais do booktube e todo tipo de interação online com outros fãs de literatura, mas também amo participar de eventos literários (#vemBienal) e clubes de leitura. Acho algo de mágico reunir um grupo de pessoas com o propósito de trocar experiências e impressões sobre uma obra. As discussões são sempre enriquecedoras e ver de perto a paixão de outras pessoas pelo texto acaba me incentivando a ler mais. Felizmente no Rio de Janeiro  há muitos encontros de clubes de leitura, mas mesmo seguindo todas as redes sociais de livrarias e editoras que conheço, ainda me perco nas datas dos … Continuar lendo Agenda Carioca de Clubes do Livro| Fevereiro

No ar Rarefeito e a febre do cume

O livro “No Ar Rarefeito”, do jornalista Jon Krakauer, narra a expedição rumo ao pico do Everest em 1996. Contratado por uma revista para escrever sobre a comercialização do que seria um dos maiores feitos da escalada, Krakauer foi com a missão de entender o negócio de transformar escaladores com pouca experiência e muito dinheiro, em desbravadores da maior montanha do mundo. Logo no início já sabemos que esta foi a temporada com o maior número de mortes na história do esporte. Se isso se deu por despreparo dos escaladores, por imperícia dos guias das excursões ou por uma incrível falta … Continuar lendo No ar Rarefeito e a febre do cume

Sobre O valor do Chick lit ou, Eu te amo Marian Keyes

Eu comecei a gostar de ler tarde. Quando vejo alguém apaixonado por livros, a história sempre começa com “lia os livros da minha mãe”, ou “virava a noite lendo Harry Potter” ou até mesmo “tinha coleção completa da Turma da Mônica”. Eu não lia gibis. Eu não lia os livros indicados na escola. Eu nunca ansiei por uma carta de Hogwarts. Certo dia, num mar de textos teóricos e pesados da graduação, resolvi me abrigar em um romance leve e divertido, para que pudesse me distrair e esquecer um pouco os meios frios e quentes e a modernidade líquida. Foi quando … Continuar lendo Sobre O valor do Chick lit ou, Eu te amo Marian Keyes

Para descansar dos livros, mais livros.

Chega, cansei! Esse segundo semestre de 2016 tá consumindo meu cérebro. Foram 5 livros para uma prova na semana passada e mais 6 livros para outra prova em novembro. Preciso de férias! Isso, 2 semanas sem estudar. Ótimo. Descanso. Netflix Netflix Netflix Instagram Facebook Netflix Ah, não consigo! To morrendo de saudades de ler!   Continuar lendo Para descansar dos livros, mais livros.