oitos

é menina, eu não sei de nada, controlo pouco e faço muito.
e cansa.
tudo cansa.

não tenho energia para encarar os problemas e procuro me esconder dentro da ficção de banca, aonde tudo acaba bem.


mas olha, vou te dizer, eu trabalho muito.
estou cansada porque trabalho mesmo
e não reconheço o tanto de energia que destino a
cada
de-ta-lhe-zi-nho
na vida
e no fim das contas eu acho que cansei à toa
que não trabalhei o suficiente, ou cozinhei o suficiente, ou reciclei o lixo o suficiente, nem lavei a privada o suficiente, nem me importei com os sentimentos dos outros o suficiente e nem saber relaxar e desligar a cabeça
da lista
das infinitas coisas
que eu ainda não consegui fazer
eu faço o suficiente,
porque o dever invade meu espaço de meditar quando eu abaixo a guarda
e quem diabos medita de guarda levantada?

Construo barreiras para me proteger e fico sozinha no cercado
eu contra mim mesma
correndo em oitos, no loop infinito

A opressora de si

Maldita armadilha.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s