Sr. Daniels (patrocínio Kleenex)

Enredo

Captura de Tela 2015-07-03 às 19.11.20Ashlyn é uma jovem de 19 anos que acabou de perder sua irmã gêmea e tem que se mudar para a casa do pai, pois a mãe não conseguia lidar com a lembrança da filha falecida. Daniel viu sua mãe ser assassinada por culpa de seu irmão, que agora está preso, e acabou de perder seu pai.
No meio de tanta história triste os dois se encontram no trem a caminho de Wisconsin (cidade de Daniel e do pai de Ashlyn), e percebem que possuem uma paixão em comum: as obras de Shakespeare. Daniel convida Ashlyn para um show de sua banda e nesta noite os dois percebem que são alma gêmeas e se apaixonam profundamente.

A surpresa vem quando no primeiro dia de aula na nova escola, Ashlyn percebe que o querido Daniel é o Sr. Daniels, seu professor de literatura, que fica tão desesperado quanto ela quando descobre a infeliz coincidência.

Romance meloso e personagens incríveis

Para quem gosta de romance do tipo Nicholas Sparks, ‘Sr. Daniels’ será uma ótima leitura. Há conflitos, cenas quentes, declarações de amor, brigas e rompimentos, reconciliações, drama, choro, choro e muito choro.
Lembro de uma vez ter lido que um roteiro de sitcom precisa ter, pelo menos, uma piada por página. Acho que a autora Brittainy C. Cherry (uma fofa!) se inspirou nessa dica, porque a cada duas páginas aparece alguém chorando por um motivo diferente. Gente, como esse povo chora! É claro que todos enfrentam situações difíceis, mas né?, já deu para entender que vocês estão tristes, não precisar desidratar em lágrimas 3 vezes por capítulo! rsss

Os personagens secundários são muito bem construídos, em destaque o Ryan, irmão postiço que Ashlyn ganha ao se mudar para a casa do pai. Ryan é gay, mas mantém fama de mulherengo na escola para evitar sofrer preconceito tanto dentro quanto fora de casa. Ele tem relacionamentos com meninos da escola que também não querem sair do armário e por isso chama todos seus namorados de ‘Tony’. Embora Ryan também tenha um passado sofrido e lute com essas questões envolvendo sua sexualidade, ele consegue ser o frescor que equilibra a carga dramática da história.

Como disse, para quem gosta de romance este livro é uma boa opção, mas se você torce o nariz para um casal de namorados que recita trechos de Shakespeare entre beijos e amassos, é melhor procurar outra seção da livraria.

obs: conheci a autora deste livro no evento do Mochilão da Record e ela prometeu um livro só sobre o Ryan!

Nota: 3,5/ 5,0

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s